Cerveja e a estrela de seis pontas

Na idade média, a natureza era investigada (cientificamente ou não…) por três “profissionais”: os monges, os magos e os alquimistas.

Para os alquimistas, a cerveja era resultado da combinação de quatro elementos: ar, terra, água e fogo. Como o processo de fermentação era um mistério e sua reprodutibilidade era rara, somente “iniciados” conseguiam produzir cerveja regularmente com sucesso.

Simbologia simplificada da Cerveja com a Estrela de Seis Pontas

 

Por isto a estrela de seis pontas, que é o símbolo dos alquimistas, foi incluída nos primeiros rótulos de cerveja – inclusive alguns a exibem até hoje!!!

Agora você percebe a estrela de seis pontas?

Fonte: Morado, Ronaldo – Larousse da Cerveja

Cerveja, o néctar dos Deuses

Para começar bem este blog, basta falar da bebida alcoólica mais consumida no mundo: cerveja!

Sendo mais justo, ao invés de bebida alcoólica, melhor chamar de bebida bucólica, isto porque, quem bem a conhece, sabe da ligação que ela tem com os verdes campos de onde foi germinada. Verdade seja dita, até abençoada ela é! Não sabia? Pois bem, Santo Agostinho (354 – 430) é considerado pela Igreja Católica o Padroeiro dos Cervejeiros e a (nossa) data é 28 de agosto.

Como cerveja também é cultura, vou trazer algumas curiosidades do mundo cervejeiro de vez em quando.

Aqui vai a primeira: vocês sabiam que a figura da estrela de seis pontas tem simbologia ligada com a produção da cerveja? Olhem na parte superior direita da foto acima… Maiores detalhes nos próximos capítulos 😉